Município de Anadia

Menu Serviços

Internet Marketing Bruidsfotograaf

Atividades / notícias

Tamanho Letra:

 

 

 gestão de combustíveis

 

 

 

flyer Incendios A5 Prova versoa web

 

 

 

Mapas da Faixas de Gestão de Combustíveis em torno dos aglomerados populacionais - 100 metros (por freguesia)

 

 

AVELÃS DE CIMA

pdf Avelãs de Cima

pdf Boialvo

pdf Candieira

pdf Canelas

pdf Corgo de Baixo

pdf Ferreirinhos

pdf Figueira

pdf Mata de Cima

pdf Pardeeiro

pdf Pereiro

pdf Póvoa do Gago

 

 

Moita

pdf Amieiro

pdf Carvalhais

pdf Escoural

pdf Fontemanha

pdf Junqueira

pdf Quintela das Lapas

pdf Saide e Saidinho

pdf Vale de Avim

pdf Vale da Mó

pdf Vale de Boi

 

 

Sangalhos

pdf Sangalhos

pdf Póvoa do Salgueiro

pdf Ribeiro de Sangalhos

 

 

são lourenço do bairro

pdf Fornos

pdf Grou

pdf São Lourencinho

 

 

UNIÃO DE FREGUESIAS DE AMOREIRA DA gÂNDARA, PAREDES DO BAIRRO E ANCAS

pdf Portouro

 

 

UNIÃO DE FREGUESIAS DE ARCOS E MOGOFORES

pdf Cabeço de Mogofores

 

 

UNIÃO DE FREGUESIAS DE TAMENGOS, AGUIM E ÓIS DO BAIRRO

pdf Alpalhão

 

 

VILA NOVA DE MONSARROS

 pdf Algeriz

pdf Grada

pdf Parada

pdf Vila Nova de Monsarros, Poço e Além do Rio

 

 

VILARINHO DO BAIRRO

pdf Azenha

pdf Banhos

pdf Melada

pdf Quinta do Perdigão

pdf Poutena

pdf Torres

pdf Vendas de Samel

 

 

  

ANADIA conquista mais um galardão ECOXXI 

 

 

 

O Município de Anadia recebeu, pelo terceiro ano consecutivo, o “Galardão ECOXXI”, uma distinção instituída pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que visa reconhecer o trabalhoNws 2017 191 0928 Amb EcoXXI foto realizado pelos municípios em prol do desenvolvimento sustentável. O prémio foi entregue na passada quinta-feira, dia 28 de setembro, no Centro de Congressos do Estoril.
Na cerimónia, o município esteve representado por Lino Pintado, vereador com o pelouro do ambiente, que, das mãos de José Archer, presidente da ABAE, recebeu o diploma que comprova que Anadia continua a integrar o pelotão dos municípios mais sustentáveis do país. Na ocasião, Lino Pintado recebeu ainda a bandeira ECOXXI e uma medalha de participação.
De referir que o Município de Anadia tem vindo a aumentar a sustentabilidade na avaliação dos diferentes critérios analisados, subindo, assim, nos respetivos patamares, e sendo seu objetivo consolidar e aumentar ainda mais esta sustentabilidade. A avaliação das ações, práticas e políticas, realizadas em diversos domínios baseia-se num sistema de 21 indicadores desagregados em 65 subindicadores, e é realizada por um conjunto de pessoas e entidades que integram a Comissão Nacional ECOXXI e os seus júris especializados.
    As áreas temáticas cobertas pelos diversos indicadores contemplam os domínios ambiental, social e económico, e vão da educação ambiental ao turismo sustentável, passando pela qualidade da água e do ar, gestão de resíduos e saneamento, mobilidade e ordenamento do território e, ainda, a participação pública, emprego e informação ao munícipe, entre outros. A atribuição da bandeira verde ECOXXI ocorre quando a avaliação global atinge ou ultrapassa os 50%. Nesta edição de 2017, candidataram-se ao Programa ECOXXI 53 municípios, mais sete do que no ano anterior.

 

 

 

 

 

 

NOTIFICAÇÃO DE APLICAÇÃO DE MEDIDAS FITOSSANITÁRIAS

                         

 

         trioza pop up Trioza R flyer f

 

 

                      Edital Triosa setembro 29

 

 

 

pdfEDITAL_trioza_2017_29_de_setembro.pdf

 

 

Informações sobre a poda e tratamento de citrinos infestados com a Psila Africana dos Citrinos em:

 

 

 

pdfOficio_Circular_18-2017_TRIOZA_07jul.pdf

 

pdfPsila_flyer_z_demarcadas.pdf

 

pdfFicha_tecnica_Trioza_2017_a.pdf

 

pdfFolheto Citrus greening3-2016.pdf

 

pdfPoster_ornamentais_greening (2).pdf

 

 

pdf Edital - Notificação de Aplicação de Medidas Fitossanitárias

 

OBRIGATORIEDADE DE PODA E TRATAMENTO DE CITRINOS INFESTADOS COM A PSILA AFRICANA DOS CITRINOS, Trioza erytreae (Del Guercio)

 

In:
www.drapc.min-agricultura.pt/…/EDITAL_trioza_2017_5_julho.p…

 

A Diretora Regional de Agricultura e Pescas do Centro, nos termos do nº 1 do artº 20º do Decreto-Lei nº 154/2005, de 6 de setembro, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº 243/2009, de 17 de setembro, e alterado pelos Decretos-Leis nºs 7/2010, de 25 de janeiro, 32/2010, de 13 de abril, 95/2011, de 8 de agosto, 115/2014, de 5 de agosto, e 170/2014, de 7 de novembro, e atento ainda o disposto na alínea d) do nº 1 do artigo 112º do Código do Procedimento Administrativo, torna público o seguinte:

 

1. A Trioza erytreae (Del Guercio), ou psila africana dos citrinos, é um inseto considerado de quarentena para os citrinos (limoeiro, limeira, laranjeira doce e azeda, tangerineira, toranjeira e cumquates) e outros hospedeiros pertencentes à família das Rutáceas, provocando estragos muito graves.

 

2. Este inseto é vetor da bactéria causadora da forma africana da doença conhecida como Citrus Greening (Candidatus Liberibacter africanus Jagoueix, Bové & Garnier), uma das doenças mais destrutivas que ocorre em citrinos. As perdas na produção podem variar de 30% a 70% ou mesmo inviabilizar a citricultura, caso não sejam tomadas as medidas de controlo efetivas.

 

3. A praga encontra-se presente:
- em todas as freguesias do concelho de Ovar;
- em todas as freguesias do concelho da Murtosa;
- nas freguesias de Beduído e Veiros, Pardilhó e Avanca no concelho de Estarreja;
- nas freguesias de S. Jacinto, Glória e Vera Cruz, Aradas, S. Bernardo e Cacia no concelho de Aveiro;
- nas freguesias de Gafanha da Nazaré e Gafanha da Encarnação do concelho de Ílhavo;
- na freguesia de Gafanha da Boa Hora no concelho de Vagos,
- e na freguesia de Arcos e Mogofores no concelho de Anadia.

 

4. Devido à elevada capacidade de dispersão de T. erytreae, torna-se necessário o recurso ao presente meio de notificação.

 

5. Ficam desta forma notificados, ao abrigo do nº1 do artº 20º do Decreto-Lei nº 154/2005, de 6 de Setembro, todos os proprietários, usufrutuários, possuidores, detentores ou rendeiros de quaisquer parcelas de prédios rústicos ou urbanos, incluindo logradouros, com citrinos (limoeiro, limeira, laranjeira doce e azeda, tangerineira, toranjeira e cumquates), localizados nas freguesias acima indicadas, para a obrigatoriedade do cumprimento das seguintes medidas de proteção fitossanitária:

 

5.1 Podar todos os ramos com sintomas, destruindo os detritos vegetais pelo fogo ou enterramento no local. Realizar tratamentos suplementares nessas árvores e zonas circundantes com produtos fitofarmacêuticos inseticidas autorizados (substâncias ativas tiametoxame ou imidaclopride).

 

5.2 É proibido o movimento de qualquer vegetal ou parte de vegetal de citrinos – ramos, folhas, pedúnculos (exceto frutos) desse local e zona circundante até a praga ser dada oficialmente como erradicada do local.

 

5.3 Caso sejam observados sintomas em plantas de citrinos deverão contactar imediatamente a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

 

6. O não cumprimento das medidas de proteção constitui contra-ordenação prevista no artº 26º alínea e) do DL 154/2005 e suas alterações.

 

7. A leitura do presente edital não dispensa a consulta da lei vigente.

 

8. Para qualquer esclarecimento adicional relativo a este assunto, os interessados deverão contactar a Divisão de Apoio à Agricultura e Pescas através do endereço de e-mail:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

ou qualquer outro dos seguintes contactos:

DIREÇÃO REGIONAL DE AGRICULTURA E PESCAS DO CENTRO
Rua Amato Lusitano, Lote 3 - Apartado 107
6000-150 CASTELO BRANCO

Tel. 272 348 600/73
Fax. 272 348 625
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.drapc.min-agricultura.pt

Castelo Branco, 5 de julho de 2017

 

A Diretora Regional,
(Adelina M. Machado Martins)

 

 

 

 

BOLETIM ECOXXI

 

Capa 

pdf Boletim Mensal Nº 33

 

 

EDITAL Nº 01/2016 AGÊNCIA PORTUGUESA DO AMBIENTE

 

pdf Edital          pdfFolheto          pdf Folheto

 

 

ANADIA: MAIS E MELHOR MOBILIDADE

 

No âmbito das suas competências em matéria de ambiente, a Câmara Municipal de Anadia, está a implementar uma série de medidas promotoras da mobilidade sustentável:

 

F 20140916 Amb b Zonas30 1

 

 “Zonas30”

- zonas urbanas da sede do concelho onde o limite de velocidade aconselhado é de 30Km/h;

- medida com objetivos no domínio da mobilidade suave, nomeadamente a circulação pedonal e de velocípedes, em segurança.

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                         CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

 

 

 

 

 

 logo mobilidade 
“Projeto AND – Mobilidade em Bicicleta no Município de Anadia”

“Bicicleta “b-AND”

 

- designações assentes na abreviatura oficial de Anadia, que figurava, aliás, nas antigas chapas de matrícula dos velocípedes;

- este projeto prevê a criação de um conjunto de infraestruturas destinadas a facilitar a circulação de bicicletas;

- contempla uma ciclovia que ligará, numa primeira fase, o CAR de Anadia (Velódromo de Sangalhos) à sede do concelho, e, numa segunda fase, Anadia à Curia; esta ciclovia é servida por dez estações de parqueamento de bicicletas públicas “b-AND”, que têm uma gestão integrada.

Mais informações:  AQUI

 

 

 F 20140918 Amb b-AND Estaçoes

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                          

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                 CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

 

 

 

 

 

F 20140919 Amb TransPesados 2

Restrições à circulação de veículos pesados no centro da cidade de Anadia:

 

- a nova distribuição de trânsito contribui para a promoção da circulação de meios de transportes menos poluentes;

- a par de uma mudança de hábitos dos cidadãos, procura-se também melhorar a qualidade do ar no centro da cidade.

 

 

 

                                              

                                                                                                                                                                                                                                                            

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            

 

                  

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

 

Copyright © 2014 MUNICÍPIO DE ANADIA | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn